O será do crochê no inverno?

Olá, antenadas!
Como vocês bem acompanharam em todas as redes sociais possíveis, o crochê esteve e está super em alta, no verão só deu os tão famosos tops de crochê. Mas uma questão que anda me encucando é se vamos continuar mantendo esse artesanato vivo em nossos looks.
Eu achei super legal essa alta do crochê, eu amo quando nosso artesanato é valorizado da forma que merece e troço para que seja algo contante e não passageiro. 
Pensando nisso, em como mantê-lo firme e forte no inverno assim como se fez no verão, reuni peças que têm tudo tudo a ver com o inverno e que podem nos inspirar a manter essa trabalho manual vivo em nossas produções, pois acho muito triste quando uma tendência se limita a uma estação. Vamos ver?
Eu usei e abusei do crochê no verão e já quero vestidos e tops manga longa para ostentar esse artesanato maravilhoso no inverno também. E aí, o que vocês acham? Continua ou não continua?
Gostaria de agradecer a loja Utopia Crochê que foi quem me inspirou a fazer esse post!

Me acompanhe nas redes sociais



Coisas que todo calouro universitário deveria saber

Olá, antenadas!
Como vocês sabem, acabei de me formar no ensino superior e me tornei uma fisioterapeuta quase estudante de moda hahaha... E claro, já quero voltar a ser estudante, mas dessa vez, no curso dos sonhos. Mas não foi sobre isso que vamos falar hoje. 
Semana passada, vi uma pessoa perguntando em algum desses grupos de facebook que faço parte, como ela deveria se comportar na faculdade e isso me fez pensar sobre algumas coisas que aprendi logo nos primeiros meses de curso, vamos ver?
1- Desista de ter uma farda, faculdade não é colégio
As turmas até tentam recorrer a boa e velha farda para dar aquela economizada na roupa, afinal, a maioria acabou de sair do ensino médio e não estava preparado para depositar todas as suas roupas em um local de estudo. Tem turma que chega a fazer a tal da farda, mas basta um aparecer sem ela, para que todos da turma desistam, povo de faculdade é assim mesmo, vive de aparência. 
2- Você é livre para tomar suas decisões, elas erradas ou não
Na faculdade não existe diretor, inspetor ou aquele porteiro pé no saco que tenta te dedurar cada vez que você sai no meio de uma aula chata. Na faculdade, é cada um por si, não tem essa de chamar a mãe ou pai para conversar, você é responsável por seus erros e acertos e cabe a você saber o que é certo ou errado. 
3- Você não vai lidar só com pessoas adultas e responsáveis
Um coisa que eu achei, logo que passei no vestibular, é que teria que mudar meu comportamento, achei que iria conviver em um ambiente mais maduro e responsável. ILUSÃO. Quando cheguei, encontrei uma turma com idades entre 17 e 20 anos e nada madura. A maioria veio do médio direto para o superior e ninguém muda da noite para o dia. 
4- As festas não são iguais as dos filmes
Na primeira festa que eu fui como universitária, achei que iria me deparar com pessoas loucas e bêbadas, tirando a roupa, mulheres tomando banho de cerveja, pessoas se pegando nos quartos e toda aquela loucura que assistimos, mas não foi assim.  Até era um local onde tinham pessoas bêbadas e sem noção, mas nada comparado aos filmes e a minha imaginação
6- O ritmo de estudo te permite dormir, pasmem!
A faculdade não é um bicho de 7 cabeças. Claro, você tem novas responsabilidades, matérias novas, assuntos novos, mas nada que lhe transforme em um zumbi doidão. Se você souber organizar seu tempo, nem vai se sentir cansado. 
7- O tempo passa mais rápido do que você imagina
Você gostando ou não do curso, o tempo vai passar rápido e quanto menos você esperar, já estará formado e procurando emprego! Por isso, aproveite cada segundo. 
8- Material escolar? Balela
Na faculdade, não adianta, você pode ser organizado e cheio de "flu flu" com material, mas o que você vai usar mesmo são as famosas xerox! Uma agenda, uma caneta e um marca texto são o suficiente. 

Então, meu caros, quem estiver entrando nesse mundo agora, não se preocupem, a vida e a rotina muda aos poucos, não será nada drástico. Beijos. 


Me acompanhe nas redes sociais



Transformando o look do trabalho em um look fashionista

Olá, antenadas!
Muitas vezes dividimos nossas roupas em roupas para sair, roupas para trabalhar e roupas para usar em casa. Quem nunca? Ao longo do tempo eu perdi essa prática, percebi que é muito limitado pra mim, afinal, eu compro roupa para usar, seja lá onde for, ela precisa ser usada e cansei desse lance combinado de roupas pra isso e roupa para aquilo.
Incentivada por nosso Desafio R$50,00 por mês por mês, peguei duas peças que comprei em janeiro que, juntas, totalizaram R$50,00. Como combinado, não ultrapassei o limite que estabeleci para o desafio. Mas aí me veio uma tristeza ao pensar que, gastei um dinheiro que era pra ser para compras "fúteis" em roupa para trabalhar, que teoricamente são coisas necessárias. Mas aí eu percebi que, mesmo que a compra tenha sido feita para uma coisa, eu não poderia limitar seu uso apenas nisso e comecei a vascular meus acessórios e transformei meu look trabalho em um look fashionista sem precisar comprar nada a mais, apenas com coisas que já tenho em casa, consegui duas opções (de tantas outras que podem surgir) de looks, com apenas R$50,00.
Não sei vocês, mas não costumo me arrumar muito para trabalhar, priorizo sempre o conforto, pois trabalho atendendo pacientes em suas casas e isso exige de mim, obviamente, conforto. Camisa básica, calça jeans e uma sapatilha velha, pra não fazer calo. O desafio era fazer desse look algo fashion, algo que mudasse sua aparência "basicona" sem precisar gastar mais nada, apenas com coisas que tenho em casa. E deu certo!
Catei alguns acessórios e apelei para meu bom e velho chapéu floppy, para que meu look trabalho recebesse aquele up e mudasse de cara, saísse do básico-diário para algo mais fashion-quero abalar (risos) e deu nisso...
O que eu mudei/adicionei? Coloquei um max colar, um óculos redondo, um chapéu floppy, optei por um salto e dobrei a barra da calça (dica da amiga e blogueira Cloé).
E aí, meninas, gostaram? 
A Calça custou R$29,90 e a blusa R$19,90, comprei ambas na CeA, durante a promoção de janeiro, seguindo assim, as regras do desafio R$50,00 por mês. 
Demais itens: Bolsa: Aliexpress //  Salto:Passarela // Sapatilha: CeA // Chapéu:Aliexpress // Óculos preto: Riachuelo // Óculos claro: Marisa // Max colar: Feito por mim. 
Estou Aprovada? 
Gostaria de me desculpar pelas fotos, mas como vocês sabem, estou em outra cidade e não consegui ninguém para me ajudar, AINDA. 

Me acompanhe nas redes sociais


Os melhores filtros para ruivas

Olá, antenadas!
 
Quem aqui é ruiva e adora dar aquela realçada na cor das madeixas com filtros? Não se prenda apenas aos filtros do instagram! Existem filtros maravilhosos em aplicativos grátis e que vocês irão se apaixonar! 
Desde que me tornei ruiva, uma coisa que venho brincado bastante, são os filtros. Eles permitem realçar a cor do cabelo e até se aproximar da cor original, hora bolas! Nem sempre a câmera do celular mostra a cor real e só conseguimos isso com algum filtro. Vou mostrar a vocês os meus favoritos. 
O primeiro filtro que irei indicar, é do app camly, que baixei através do app do dia e por isso eu tenho a versão paga, mas ele tem uma versão grátis que possui esse filtro chamado Lhotse. 
Outro aplicativo que eu amo e que vocês já conhecem, creio eu, é o VSCO cam. Meu efeito favorito nele é o F2, mas quando o assunto é realçar o ruivo, os mais legais são o C1 e o KK2. 
O terceiro aplicativo eu uso pouquíssimo, na verdade, desde que fiquei ruiva, só usei uma vez, não que ele seja ruim, mas consigo resultados similares com os que já mostrei, no entanto, não custa nada mostrar, não é? O APP Lidow é bem legal, ele possui uns filtros bacanas entre outras ferramentas, o filtro clássico Nº10 é o ideal para dar aquela realçada no ruivo. 
E aí, ruivinhas? Quais os filtros favoritos de vocês?

Me acompanhe nas redes sociais